Publicado por em dez 6, 2012

Imagine um mundo totalmente em preto e branco. Ou como se tudo estivesse dentro de uma escala de cinzas. Certamente teríamos uma percepção mais limitada de nossa realizadae. As cores são essenciais para a nossa vida. Elas transmitem sensações diversas e nos alimentam de emoções as mais variadas possíveis. Seus efeitos são tão potentes que artistas, designers, arquitetos e criadores de um modo geral buscam compreender cada vez mais sobre psicologia da cor, para criar situações específicas na percepção humana.

No design, as cores desempenham um papel fundamental. Elas influenciam a forma como percebemos uma mensagem e como nos recordamos dela mais tarde. Elas são um mecanismo visual muito forte. As cores possibilitam infinitas combinações, devido ao grande número de tonalidades. Utilizadas separadamente, ou combinadas, são capazes de gerar emoções bem diferenciadas.

Se observarmos bem marcas e produtos a nossa volta, vemos que a escolha da cor geralmente está relacionada ao tipo de serviço que é oferecido ou à função a qual o produto é destinado. Isso porque cada cor irá produzir determinado efeito, que pode ser completamente diferente dependendo da combinação que for utilizada. Um exemplo bem marcante é a forte utilização do vermelho em marcas de redes de alimentação fast food. O vermelho está associado ao calor e à excitação, é capaz de estimular o apetite, por isso é usado para atrair o paladar das pessoas e despertar o desejo de consumo.

Já em marcas de empresas que exigem maior ênfase em confiança, segurança e seriedade, como bancos, companhias de automóveis, seguradoras e empresas de tecnologia, o azul é uma das cores dominantes, por passar a idéia de confiabilidade e segurança.

O verde representa a vida na maioria de suas aplicações, é ligado à natureza, ao meio ambiente e ao ecológico. Por isso normalmente é a cor escolhida para representar empresas ou produtos ligados à natureza ou à sustentabilidade.

As cores são tão marcantes, que muitas vezes podemos não lembrar o símbolo de uma marca ou de um produto conhecidos, mas certamente conseguimos dizer as suas cores. Alguém tem dúvidas de qual é a cor da Coca-Cola? Ou da Pepsi? Ou do Mc Donald’s?

Cada cor tem suas características próprias, que são importantes por influenciar as respostas adequadas aos estímulos que produzem. Elas devem estar em sintonia com a imagem que se quer transmitir, para terem aceitação dentro da categoria que representam. Toda a identidade visual de uma empresa ou de um produto vai variar, normalmente, das cores de sua marca. Portanto, uma escolha errada pode proporcionar um efeito indesejável e muitas vezes contrário ao pretendido.

As cores podem ter também significados diferentes conforme a cultura. Por isso a escolha das cores para um projeto, seja ele de circulação internacional ou não, deve ser muito bem planejada, e não deve ser feita a partir do gosto pessoal ou simplesmente por estética. Devem ser escolhidas cores que produzam associações psicológicas adequadas aos efeitos desejados.